Saúde mental nas agências: Como conseguir uma boa experiência?

Categorias Conteúdo, Marketing Digital

A saúde mental nas agências é um tema que vem preocupando cada vez mais os gestores. Afinal, quem trabalha nesse ambiente sabe muito bem como ele pode ser bem caótico. Especialmente no momento atual, enquanto a pandemia do coronavírus persiste, esse assunto se torna ainda mais importante. Então, agora que começou o Setembro Amarelo, vamos aproveitar o momento para falar desse assunto tão delicado e importante. 

As noções de gestão mais modernas deixam bem claro a importância da saúde mental para qualquer profissional. Sabe-se que sua produtividade vai muito além das suas habilidades e competências, sendo que a motivação, a qualidade de vida e inteligência emocional têm um peso igual ou maior. Então, continue lendo o post e vamos conversar sobre saúde mental nas agências. 

E se quiser ficar por dentro de tudo que acontece no universo do marketing digital, assine o blog da M2BR Academy. 

Qual é o papel dos gestores? 

Esses profissionais têm um enorme peso nas agências. A pressão é enorme, pois cabe a eles ajudar a garantir a saúde mental dos colaboradores e também a própria. Existem diversas pesquisas que ligam a felicidade com a produtividade, de maneira bem direta. Portanto, grande parte do trabalho do gestor é garantir que essa ligação existe de forma positiva. 

O problema é que a saúde mental humana nunca esteve tão frágil. De acordo com um relatório da OMS, a depressão afeta mais de 300 milhões de pessoas no mundo, com mais de 11 milhões apenas no Brasil. A entidade acredita que em 2030, ela possa ser a doença mais comum no mundo. 

Portanto, gerenciar o aspecto mental se torna uma função crucial dos gestores. Uma forma de fazer isso, é se aproximar do setor de RH e disseminar a importância da saúde mental por outros os colaboradores. Como praticamente tudo em uma empresa, essa é uma questão de cultura e que vem de cima. 

Cada uma das decisões tomadas pela gestão deve ter a saúde mental dos colaboradores como um foco. Nas agências, a sobrecarga dos profissionais é um dos principais motivos do burnout. Afinal, é comum que diversos clientes precisem ter o seu problema resolvido, com um prazo muito restrito.  

Por isso, o primeiro grande desafio dos gestores é ter um planejamento estratégico eficiente. O objetivo é colocar os colaboradores na melhor posição para ter sucesso, garantindo que eles tenham uma boa produtividade e sucesso no trabalho. 

A publicidade é um campo criativo, para redatores, designers, especialistas em redes sociais e qualquer outro tipo de trabalho. Quando a pressão é muito grande e o tempo é curto, a criatividade sofre. 

Como promover mais saúde mental nas agências? 

Existem algumas dicas simples que podem ajudar a promover mais saúde mental nas agências. 

Pesquisas de satisfação

Esse é o mais importante, pois é crucial ouvir o que os colaboradores têm a dizer. As pesquisas de satisfação ajudam os gestores a reconhecer problemas no ambiente de trabalho, que poderiam facilmente passar despercebidos. 

Existem dicas para que essas pesquisas sejam feitas da melhor forma possível. Primeiro, elas devem ser totalmente anônimas. Assim, você diminui a chance de haver medo ao responder ou algum outro tipo de constrangimento. Outra boa dica é, mesmo que a pesquisa seja de múltipla escolha, deixar um espaço livre para o colaborador escrever o que desejar e um apenas para sugestões. 

Um ponto importante é a necessidade de transformar as pesquisas em ação. Você vai fazer tudo que os colaboradores pedem? Claro que não. Mas, também precisa modificar alguns comportamentos recorrentes. Caso contrário, a pesquisa pode acabar tendo o efeito oposto. 

Autonomia

Ter o chefe em cima enquanto você trabalha é suficiente para estressar qualquer um. Portanto, colaboradores precisam ter autonomia para fazer seu trabalho. Hoje em dia sabe-se como microgerenciar pode ser desastroso. Então, mostre confiança nos colaboradores que contratou e deixe que eles façam seu trabalho

Planejamento, comunicação e organização

As dicas acima giram em torno de um dos fatores de maior estresse nas agências: retrabalho. Ele pode ocorrer por uma falta de comunicação que não deixou as instruções claras, problemas na própria execução do trabalho por conta da falta de organização ou planejamento, e diversos outros motivos. Seja a origem qual for, o retrabalho estressa todo mundo e muito. Não somente existe o tempo perdido, mas também a frustração envolvida. E o pior, é um efeito cascada pois acaba afetando o tempo de entrega de outras tarefas. 

Como o home office contribui para a saúde mental nas agências? 

Existe um certo agravante para a saúde mental nas agências, especialmente nesse momento. Em uma pesquisa de 2020 feita pelo LinkedIn, 62% dos profissionais estão mais ansiosos com o trabalho em home office. Porém, uma pesquisa de 2015, mostra que o home office aumenta a produtividade e reduz o estresse

A verdade é que o home office atual não é o mesmo que um modelo de teletrabalho normal. Na mesma pesquisa citada acima, os profissionais mostram que sentem dificuldades se distraindo com notícias sobre a Covid-19, que têm dificuldade em trabalhar e cuidar dos filhos, além de dividir o ambiente com o parceiro. 

Ou seja, são problemas mais atrelados ao momento em si, em que a pandemia é bem assustadora e ninguém está preparado para a rotina de trabalhar em casa. Afinal, os filhos e o parceiro também estão “presos” em casa o dia inteiro. 

Portanto, dentro do assunto do home office, existem algumas dicas para cuidar da saúde mental dos colaboradores. Na pesquisa, existem 3 comportamentos que dizem muita coisa: 

  • Colaboradores enviam e-mails foram do horário de trabalho, para mostrar que estão trabalhando;
  • Se sentem pressionados a trabalhar por mais tempo do que normalmente e responder mais rápido;
  • Se sentem preocupados em mostrar serviço, por medo de perderem o emprego. 

Portanto, no home office, se aplicam todas as dicas anteriores. Mas, a mais importante é que os gestores devem respeitar o trabalho do colaborador, especialmente em relação aos horários. Incentive-o a trabalhar apenas durante a sua jornada. Um dos segredos para ter sucesso no home office é separar muito bem o trabalho do resto da vida em casa. Seja em relação ao tempo para um e para outro, como no espaço apenas para trabalhar. 

Conclusão

A verdade é essa: o estresse faz parte da vida em uma agência. É um ambiente naturalmente caótico, por conta de todos os prazos apertados e exigências dos clientes que surgem quando menos se espera. Mas, isso não significa que o estresse não possa ser drasticamente reduzido. Com um planejamento eficiente e um controle mais eficaz, é possível manter a saúde mental nas agências
Gostou do post? Então assine a newsletter da M2BR Academy e confira como melhorar a produtividade da sua agência.

A M2BR Academy acredita na evolução do ensino pela realização prática do conhecimento teórico, por isso temos uma metodologia própria desenvolvida sobre PBL (Problem Based Learning), adotado pelas melhores escolas e cursos. Somos entusiastas e realizadores, assim como nossos parceiros e compartilhamos o saber para a formação de um mercado profissional, dinâmico, criativo e inovador dentro do segmento de marketing e mídia digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *