A importância de um site rápido

Categorias Sem categoria

Qual é o tempo máximo que você espera até um site carregar? Provavelmente, isso é algo que você nunca parou para pensar, a não ser que seja um profissional de marketing digital. O fato de ter um site rápido é extremamente importante e tem ligação direta com um dos assuntos mais discutidos aqui no blog: experiência do usuário/cliente. 

Então, se você quer entender a real importância de um site rápido, continue lendo o post. Vamos trazer números que mostram os efeitos de um site rápido, a expectativa do público e mais

Se gostar do post, lembre-se de assinar o blog da M2BR Academy, para ficar por dentro de todas as novidades! 

Qual é o impacto da velocidade de carregamento de um site? 

Existem diversos cases que mostram como a velocidade de carregamento de um site é importante. 

Por exemplo, esse artigo mostra como a Amazon briga para ser a líder de velocidade de carregamento no varejo americano. A página da marca consegue carregar no desktop em 2.3 segundos e no mobile em 1.14 segundos

O Walmart também participa dessa corrida. Em uma pesquisa mais avançada, a empresa concluiu que para cada segundo mais rápido que o site carrega, o aumento nas conversões é de 2%. Além disso, para cada 100ms de melhorias, o faturamento do negócio aumentava 1%. 

No thinkwithgoogle você também encontra estatísticas interessantes. Um aumento no tempo de carregamento da página de 1s para 3s, leva a um aumento no bounce rate de 32%. De 1s para 5s, o bounce rate vai para 90%. De 1s a 6s, 106% e de 1s a 10s, para 123%. A estatística revela algo óbvio: quanto mais tempo o site demora para carregar, mais o público vai embora

A surpresa não está na conclusão, pois ela é bem intuitiva, mas nos números em si. Três segundos é muito pouco tempo, mas já faz uma enorme diferença no bounce rate e, logicamente, na conversão. 

Essas estatísticas também corroboram o que o público diz. Um estudo da Kissmetrics divulgado no site do Neil Patel, diz que 47% dos usuários esperam uma página que carregue em menos de 2 segundos. Além disso, 40% das pessoas abandonam uma página que leva mais de 3 segundos para carregar. Por fim, 1 segundo de delay pode resultar em uma queda de 7% nas conversões. 

Como está a velocidade de carregamento de sites em 2020? 

Para finalizar o show de estatísticas, temos mais um estudo bem interessante. Foi desenvolvido pela Ezoic, no início de 2020, com dados coletados de mais de 5000 sites. Olha o que eles acharam como média: 

  • Pagespeed insights score: 44;
  • Time to interactive: 2.6 segundos;
  • First contentful paint: 2.9 segundos;
  • First input delay: 242 milisegundos;

Vamos ver o que cada um deles significa.

Pagespeed insights

Essa é uma espécie de nota que é calculada pelo Google na sua ferramenta de testes, que veremos adiante. A média de 44 é um resultado considerado “Ruim” nos olhos do Google. 

Time to Interactive ou Tempo até Interação

Esse é o tempo em que o site permite que o usuário faça sua primeira interação com a página. É uma métrica crucial para qualquer site que tenha conteúdo interativo, como um chat ou um menu. 

First Contentful Paint ou Primeiro Conteúdo Imprimido

É o tempo em que o browser consegue renderizar o primeiro feedback para o usuário de que a página de fato está carregando. 

First Input Delay ou Atraso a Primeira Interação

É o tempo em que o usuário faz uma ação no seu site, como clicar em algo, até que o browser seja capaz de responder a essa interação. 

Os números acima são benchmarks interessantes, mas eles estão longe de ser os ideais. Como o page insights do Google mostra, os resultados da internet em geral ainda não são bons. 

Como medir e otimizar a velocidade do site? 

Agora você já deve ter entendido a real importância da velocidade do site. Mas, como saber o desempenho do seu site? Uma ótima ferramenta é o Test My Site, do Google. Ela é gratuita e traz informações interessantes sobre as páginas. 

Atualmente, o foco do próprio teste é no carregamento para sites móveis, mostrando a importância desse dispositivo para os usuários. Porém, os resultados também podem ser aplicados no desktop. O Google também traz uma lista de recomendações para otimizar seu site. 

Essa parte é um pouco mais complexa, evidentemente. Como profissional de marketing, é natural que você não saiba tudo sobre o assunto. Portanto, o ideal é contar com um desenvolvedor ou a equipe de TI da empresa para entender melhor o que pode ser feito. Mas, existem dicas rápidas que podem ajudar. 

A primeira é em relação às imagens. Arquivos maiores impactam a taxa de carregamento e as imagens e outros arquivos de mídia são os maiores problemas. Portanto, você deve buscar otimizá-las. Tente trabalhar com imagens de qualidade um pouco menor, ou aposte na compressão. 

Uma boa dica, especialmente para quem usa o wordpress é apostar nos plugins de otimização de imagens. Existem plugins, por exemplo, que permitem que as imagens sejam carregadas ao longo do post. Ou seja, a imagem só carrega quando o usuário está perto dela. 

Falando nos plugins, eles podem ser muito úteis, mas é preciso usá-los com moderação. Se eles carregarem muito conteúdo ou fizerem ações mais complexas, podem aumentar muito o tempo de carregamento. Use apenas o essencial. 

Também é importante ficar atento aos redirecionamentos. Se seu site abusar deles, o tempo de carregamento é ainda maior. 

Percebeu a importância de um site rápido? Esse é um assunto crucial, que pode impactar a experiência do usuário, suas conversões e também seu faturamento. De acordo com o que vimos no post, muitas das maiores marcas do mundo se focam em ter um site rápido, mas ainda existe muito a melhorar na internet em geral. Então, é mais uma forma de manter a sua marca à frente da competição. 

Gostou do post? Assine o blog da M2BR Academy para ficar por dentro de todas as novidades do marketing digital! 

A M2BR Academy acredita na evolução do ensino pela realização prática do conhecimento teórico, por isso temos uma metodologia própria desenvolvida sobre PBL (Problem Based Learning), adotado pelas melhores escolas e cursos. Somos entusiastas e realizadores, assim como nossos parceiros e compartilhamos o saber para a formação de um mercado profissional, dinâmico, criativo e inovador dentro do segmento de marketing e mídia digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *