Tendências de marketing digital em 2022 para ficar de olho

Categorias Marketing Digital

O ano de 2021 está chegando ao fim – passou rápido, né? E, nessa época, surge o debate sobre as tendências de marketing digital em 2022. Isso acontece porque a internet está sempre se transformando, com novas redes sociais, atualizações, mudanças no algoritmo e modos de consumo.

Além das novidades contínuas da internet, a pandemia fez com que os hábitos do mundo inteiro mudassem. Por sua vez, o digital passou a ser mais presente na vida das pessoas, se consolidando como uma extensão da rotina em sociedade. 

E, então, nós queremos saber: quais são as tendências de marketing digital em 2022? Esse é um exercício interessante para fazer todos os anos para estar à frente da competição. Como os novos hábitos de consumo vão afetar os mercados e o comportamento do público?

É isso que veremos neste post. Continue a leitura e confira as principais tendências de marketing digital em 2022. Se gostar do post, assine a newsletter da M2BR Academy para ficar por dentro de todas as novidades!

Crescimento do uso da inteligência artificial

A inteligência artificial é uma tendência que promete crescer em 2022. Ela já está presente em chatbots de atendimento ao cliente, nas interações dos usuários e até nos aplicativos de edição de fotos. Em 2021, por exemplo, a Alexa, assistente virtual, invadiu as casas dos brasileiros, levando serviços e entretenimento.

No marketing, a Inteligência Artificial (IA) também pode ser uma aliada na criação de campanhas, definição de metas e mensuração de resultados. Os bots estão cada vez mais inteligentes, pois se “alimentam” de insights e, com isso, são capazes de melhorar a experiência do usuário. 

De acordo com uma pesquisa da Ilumeo, durante a quarentena, o Brasil registrou um crescimento de 47% do uso de serviços ou produtos com assistentes virtuais por voz. Além da praticidade, os recursos por voz são úteis também para pessoas pouco familiarizadas com a tecnologia ou que não foram alfabetizadas. Portanto, é uma tendência capaz de atingir públicos diversos. 

Marketing de Conteúdo

A criação de conteúdos de valor deve continuar em evidência em 2022. As estratégias de conteúdo rico são cada vez mais eficazes, não somente no impulsionamento da marca, mas também na geração de novas oportunidades de negócios e leads. 

É cada vez mais comum empresas de variados setores acrescentarem blogs aos seus sites institucionais. Essas páginas são pensadas para a publicação de conteúdo sobre temas relacionados aos produtos e serviços da empresa, bem como o nicho mercadológico em questão.

O conteúdo bem construído atrai novos leitores que podem estar conhecendo a marca ou já conhecem, mas passam a vê-la com autoridade para solucionar as dores que enfrenta. Esses artigos também ajudam na otimização de sites e ainda servem de base para as redes sociais. 

Dados da Hubspot mostram que 47% dos compradores visitam de três a cinco peças de conteúdo, antes de entrarem em contato com um representante de vendas ou comprarem online. A pesquisa mostra também que 82% dos profissionais de marketing relataram usar ativamente o marketing de conteúdo em 2021, um aumento de 70% em relação ao ano passado.

ESG (Environmental, Social and Governance)

Você já ouviu falar em ESG? A sigla significa Environmental, Social and Governance diz respeito à cobrança dos consumidores por empresas com responsabilidade social. Um estudo da McKinsey mostra que práticas de ESG podem reduzir custos, impulsionar crescimento da receita, aumentar a produtividade e otimizar investimentos.

Dentre os fatores ambientais da ESG, estão o uso eficiente de recursos naturais, redução nas emissões de gases de efeito estufa e muitos outros. Já nos fatores sociais, as práticas envolvem políticas de trabalho, inclusão e diversidade, direitos humanos, relações com comunidades, privacidade e proteção de dados.

UGC (User Generated Content)

O User Generated Content (UGC) é o conteúdo gerado pelo usuário. As pessoas gostam de sentir proximidade com o que consomem, por isso os influenciadores digitais cresceram tanto nos últimos tempos. Segundo o Manifesto do Influencer Marketing, 82% das pessoas seguem recomendações de influencers ao invés de celebridades.

Na prática, um dos exemplos mais pertinentes são as coreografias lançadas no TikTok por cantores. Eles lançam o single, criam coreografias e pedem para os usuários reproduzirem. Há o interesse do “anônimo” de ter o seu vídeo visto ou compartilhado pelo ídolo, ao mesmo tempo em que a música é reproduzida e chega a novas pessoas. 

SEO (Search Engine Optimization)

Esse muita gente já conhece ou pelo menos ouviu falar. O SEO, Search Engine Optimization, envolve uma série de estratégias para fazer com que um conteúdo apareça nas primeiras páginas de pesquisas em buscadores como o Google. 

Além de redução de custos com mídias pagas, as ferramentas de busca geram tráfego qualificado para o site. Isso acontece porque a pessoa vai visitar a página que procurou, podendo inclusive entrar em outros conteúdos relacionados, especialmente se os links estiverem inseridos.

Com os novos recursos oferecidos pelo Google, uma das tendências do marketing digital em 2022 é a de que não será suficiente estar entre os primeiros resultados, mas sim em destaques especiais como por exemplo, a “posição zero”, ou no grupo de perguntas frequentes.

Dados 

Na história da humanidade nunca houve maior registro e armazenamento de dados como agora. Todas as áreas estão utilizando dados para orientar melhor a criação de produtos, vendas e resultados. No marketing digital, não seria diferente, afinal, isso permite promover estratégias segmentadas e atingir o público-alvo de forma muito mais eficaz. 

Conforme pesquisa da Salesforce, entre profissionais da área,  78% dos entrevistados afirmam que o engajamento do cliente já é orientado por dados. Com a inserção dos consumidores no ambiente digital, a tendência é que esse número cresça cada vez mais. Para 2022, os profissionais da área esperam um aumento de 75% no número de fontes de dados que usam. 

Conteúdo em vídeo

Depois do YouTube e com a chegada do Tik Tok, Reels, Kwai, dentre outros, o vídeo ganhou relevância durante a pandemia. As lives, por exemplo, tornaram-se os palcos principais para os artistas. A tendência é que o vídeo continue bombando, mesmo com o retorno de algumas atividades presenciais.

Gostou do post? Então, assine a newsletter da M2BR Academy e receba conteúdos exclusivos com tendências, pesquisas e novidades para a sua estratégia.

A M2BR Academy acredita na evolução do ensino pela realização prática do conhecimento teórico, por isso temos uma metodologia própria desenvolvida sobre PBL (Problem Based Learning), adotado pelas melhores escolas e cursos. Somos entusiastas e realizadores, assim como nossos parceiros e compartilhamos o saber para a formação de um mercado profissional, dinâmico, criativo e inovador dentro do segmento de marketing e mídia digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.