Marketing Digital para iniciantes: o que todo universitário deve saber

Categorias Artigos, Marketing Digital
Marketing_Digital_para_iniciantes

“Como faço para arrumar um estágio / primeiro emprego se não tenho experiência? E como ter experiência se não consigo um estágio ou emprego?” Pode ser que você já tenha se perguntado isso. Nós certamente já. Por isso, destacamos algumas dicas essenciais de Marketing Digital para iniciantes.

Para iniciantes? Isso mesmo. Mesmo que você já esteja avançado na faculdade, é possível que não tenha visto a disciplina como ela realmente é na prática. É comum que as faculdades preparem seus profissionais com uma boa base teórica. Mas, na área de Comunicação, sabemos que a prática também é essencial.

Sobre as perguntas logo no início deste post, alertamos que você não tem com o que se preocupar. É verdade que vemos por aí muita vaga, inclusive para estágio, pedindo que o candidato tenha experiência prévia.

E, se você está justamente buscando sua primeira experiência profissional, como então ter a “tal experiência prévia”?! Não é tão fácil assim. Mas todos podem ter essa oportunidade, se dedicarem um tempo a estudar e trabalhar para isso.

Confira, a seguir, como é possível, se você ainda é universitário ou recém-formado, ter mais chances de conseguir o primeiro emprego na área de Marketing Digital.

Marketing Digital: por onde começar?

A economia gig, ou gig economy, vem se fortalecendo cada vez mais no mundo. Mas o que isso significa? Uma de suas definições é “economia freelancer”. Em termos simples, são os profissionais autônomos ou freelancers que trabalham para empresas, principalmente de negócios digitais.

De um lado dessa economia está o profissional que trabalha por conta própria, e do outro lado, as empresas que contratam esses profissionais por período temporário ou para trabalhos pontuais.

Enquanto para alguns, o que mais pesa nesse tipo de trabalho é a sensação de não ter segurança ou leis trabalhistas mais rígidas, para outros as vantagens são diversas. Isso porque é comum que o profissional possa fazer seu próprio horário, ter mais tempo para a família e viagens, por exemplo. Além de poder trabalhar de qualquer lugar do planeta, possível através de uma conexão com a internet.

O que isso tudo tem a ver com Marketing Digital? Bom, como o próprio nome da disciplina diz, esse é um trabalho possível de se desenvolver online. Ou seja, trabalhar remotamente nessa área é possível. Esse já é um primeiro passo para começar no Marketing Digital.

Plataformas como Workana, 99freela e Freelancer.com costumam oferecer uma série de jobs pontuais para autônomos. Outra plataforma muito conhecida, com trabalhos principalmente para produtores de conteúdo, é a da Rock Content.

Freelancer de Marketing Digital

Freelancer_de_Marketing_Digital

Fazer freelas é uma ótima forma de aprender mais e receber uma graninha extra. Para quem está começando, é a “tal da experiência prévia” que talvez esteja faltando no currículo. Mesmo que você fique na dúvida se deve ou não de aceitar um job através de uma das plataformas, há outras maneiras.

Existem diversos grupos também no Facebook para vagas de emprego e freelas. Assim como no Linkedin há diversos anúncios. O importante é sempre buscar a reputação da plataforma ou de quem está te contratando.

Se mesmo com essas ferramentas você não conseguir arrumar nada, que tal trabalhar para algum amigo ou parente? Ou, quem sabe, começar a desenvolver um projeto próprio? Pode ser um trabalho de mídia social para aquele amigo que tem uma banda. Ou ajudar na loja de um parente.

Pode até mesmo ser um blog pessoal em que você poderá desenvolver seu trabalho e “mostrar-se” ao mercado. Todas essas formas são mais do que válidas para conseguir experiência prática em Marketing Digital.

Marketing pessoal nas redes sociais

Falando em mostrar-se ao mercado, depois de começar seu trabalho – ou mesmo antes -, é hora de investir no marketing pessoal. Principalmente, falando em emprego, na rede voltada para este fim: o LinkedIn.

A importância do marketing pessoal ganhou ainda mais destaque com o crescimento do LinkedIn. Já é comum ver muitas boas oportunidades de emprego nas áreas de Comunicação, Tecnologia e correlatas sendo anunciadas lá, em vez dos tradicionais sites de vagas. Não que os sites também não tenham oportunidades.

O LinkedIn cresceu muito e é uma excelente plataforma para você mostrar seu conhecimento. Lá você pode seguir influenciadores e figuras importantes do seu mercado; pode conectar-se a outros profissionais da área; ler e estudar sobre seu mercado; e, claro, candidatar-se às vagas de empregos.

Na verdade, a maioria das pessoas que usam a rede social não tem a intenção prioritária de buscar um emprego. O LinkedIn divulgou dados sobre o porquê as pessoas usam a rede. O motivo que liderou, com 92%, foi conectar e comunicar com outros profissionais. Enquanto a busca por emprego vem em último, com 20%.

Portanto, o segundo passo do Marketing Digital para iniciantes é investir no marketing pessoal. Principalmente através do Linkedin.

O que a faculdade não te ensina

O_que_a_faculdade_nao_te_ensina

A faculdade ensina toda a teoria. É bem provável que, durante sua formação, você leia alguma coisa do Philip Kotler. Ou quem sabe do Chris Anderson. Ou mesmo o Cláudio Torres. Esses são autores mais usados no meio acadêmico. E não se engane, você deve e precisa conhecer os conceitos que eles ensinam.

Mas deveria conhecer também o que diz os especialistas a seguir, em assuntos mais do que úteis para quem trabalha com Marketing Digital.


  • Marketing de permissão: Seth Godin
  • Marketing Digital: Martha Gabriel
  • Web Analytics: Avinash Kaushik
  • Relacionamento com cliente: Gary Vaynerchuk
  • Persuasão para negócios: Jonah Berger; Chip e Dan Heath
  • Escrita: Ann Handley
  • Marketing de Conteúdo: Joe Pulizzi; Rafael Rez
  • Storytelling: Henry Jenkins; Fernando Palácios

Deu para perceber que estudar é a chave do sucesso no Marketing Digital. E esse é o terceiro passo essencial para iniciantes na área. Acompanhar especialistas, não apenas esses citados acima, é fundamental para saber como anda o mercado. Afinal, as mudanças são tão rápidas que mal conseguimos acompanhar.

Não estranhe ou se sinta mal por achar que existe uma tonelada de informação que você não dá conta de acompanhar. É assim mesmo e até profissionais mais experientes se sentem dessa forma. É por isso que, ao começar uma carreira em Marketing Digital, depois do conhecimento amplo, o recomendado é que você escolha uma área para especializar-se.

Uma forma de complementar seu aprendizado da faculdade é com certificações. Seja as certificações gratuitas, como do Google, Facebook, Rock Content e Hubspot, ou as pagas, como os cursos presenciais e online de formação complementar.

A vantagem desses cursos são um ensino focado em determinadas áreas do Marketing Digital. Os presenciais, e até alguns online, costumam focar na parte prática. E é isso que você quer para iniciar, não é mesmo?

Como melhorar o currículo para estágio

Como_melhorar_o_curriculo_para_estagio

O iniciante nessa área deve ter uma noção de como funciona a principal plataforma que conecta marcas aos consumidores: o Google. Pode parecer estranho, mas é através de uma busca do Google que as pessoas chegarão ao seu site ou anúncio, seja na busca orgânica ou nos resultados pagos.

Para começar a carreira em Marketing Digital, entender de uma maneira geral como funciona o Google é o essencial. Como? Saber o que é Marketing Digital, regras básicas de SEO, como funciona o Google Ads, Analytics e relatórios. Todos esses conhecimentos estão disponíveis na formação completa em Google Marketing.

Além do básico de Marketing e do Google, para começar é bom que o iniciante entenda de redes sociais. E não é só saber como postar em cada mídia, mas saber como cada rede se comporta. A formação em Mídias Sociais ensina o planejamento de marketing em cada redes, além da linguagem e o que melhor funciona em cada uma.

Até porque, trabalhar com mídias sociais não é só postar memes no Instagram ou escrever textão no Facebook. É entender o conceito da rede, o comportamento do consumidor nela e como você pode fazer para atingir seu público.

Conclusão

conclusao

Se você está naquele momento em que a busca por emprego parece nunca ter fim, principalmente se sua carreira está apenas começando ou prestes a iniciar, não se desespere. Para todo mundo é difícil achar a vaga ideal.

Na verdade, nem a vaga ideal. Mas aquele que mais se aproxima do que você gostaria de fazer. Esse momento inicial é de conhecer a área; aprender, errar e acertar. Descobrir qual área te atrai mais e aprofundar-se ainda mais nela.

Se você seguir o passo a passo desse post, não podemos garantir que a vaga virá na mesma hora. Mas, certamente, ficará mais fácil enfrentar a concorrência. Não esqueça de:

Primeiro passo: Não esperar que a experiência caia do céu e criar as suas, trabalhando como freelancer ou desenvolvendo um projeto próprio.

Segundo passo: Investir no marketing pessoal e ficar ligado no LinkedIn.

Terceiro passo: Estudar e acompanhar especialistas nas áreas relacionadas ao Marketing Digital.

A M2BR Academy acredita na evolução do ensino pela realização prática do conhecimento teórico, por isso temos uma metodologia própria desenvolvida sobre PBL (Problem Based Learning), adotado pelas melhores escolas e cursos. Somos entusiastas e realizadores, assim como nossos parceiros e compartilhamos o saber para a formação de um mercado profissional, dinâmico, criativo e inovador dentro do segmento de marketing e mídia digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *