Inbound Marketing: Descubra tudo sobre o assunto

Categorias Conteúdo, Inbound Marketing, Marketing de Conteúdo

A mudança constante na tecnologia também leva o público a mudar. Logo, seus desejos, comportamentos e exigências em relação às marcas evoluem constantemente. O marketing, como setor da empresa mais focado no cliente, precisa acompanhar muito de perto essa evolução. O Inbound Marketing é uma consequência natural desse processo. 

Se você trabalha com marketing e quer conhecer todas as estratégias mais populares no mercado, continue lendo este post até o fim. Descubra o que é inbound marketing e tire as suas principais dúvidas

E se gostar do post, lembre-se de assinar a newsletter da M2BR Academy para ficar por dentro de todas as novidades e estratégias. 

O que é Inbound Marketing? 

Inbound marketing pode ser traduzido livremente como marketing de atração, o que já dá uma ótima ideia do seu objetivo. O propósito dessa estratégia é desenvolver ações que buscam atrair o cliente para interagir com você de alguma forma, de modo a desenvolver esse relacionamento, para que ele se torne um comprador e um defensor da marca. 

Para que serve o Inbound Marketing?

Basicamente, o Inbound serve como resposta para o comportamento do público. Grande parte do tempo das pessoas é gasto online, seja na internet em si, nas redes sociais, no YouTube ou em qualquer outro ambiente. Palavras e expressões como “internauta” e “entrar na internet” já estão praticamente extintas. Generalizando um pouco, todo mundo está na internet o tempo todo. 

Logo, as marcas perceberam que vale muito a pena usar os canais digitais ao seu favor. Se as pessoas vão ao Google fazer perguntas, por que não dar a resposta? Passam horas nas redes sociais, por que não fazer postagens interessantes? Assistem dezenas de vídeos no YouTube, por que não produzir os seus? Essa é a ideia por trás do Inbound. 

Quais são as etapas do Inbound Marketing? 

O ponto que mencionamos acima é apenas o começo. Não adianta ficar apenas nisso, já que é preciso transformar esse contato em um relacionamento e, no final das contas, em vendas

Por isso, o Inbound Marketing envolve algumas etapas específicas. Dependendo do conteúdo que você for ler, encontrará 4, 5 ou 6 etapas, com nomes diferentes, mas elas praticamente sempre mostram o mesmo caminho.  

Atração

A primeira etapa é a atração. Ou seja, trazer pessoas para acessarem o seu site, o seu blog, as suas redes sociais e o seu canal no YouTube. Porém, o grande objetivo do Inbound é trazer tráfego qualificado. Isso quer dizer pessoas que tenham mais predisposição a comprar, devido a suas características ou gostos. 

Conversão

Um marco especial no relacionamento é a conversão. Esse é o momento em que você recebe o contato direto do potencial cliente, normalmente em troca de algo valioso, como um eBook, um estudo de caso ou outro tipo de material rico. A ideia é que você conseguiu atrair bem o seu cliente e está pronto para conversar com ele mais diretamente. 

Nutrição

Uma vez que tenha o contato direto com o potencial cliente, você começa a construir um relacionamento. Dependendo do produto, é natural que haja algumas ressalvas e que as pessoas não estejam prontas para comprá-lo imediatamente

Portanto, é preciso nutrir o potencial cliente com conteúdo até que ele esteja mais perto de comprar. Existem diversas formas de fazer isso, como o e-mail marketing e a newsletter.

Venda

Uma vez que o cliente esteja nutrido o suficiente, é hora de fechar a venda. Na prática, esse momento é extremamente complexo, já que não é fácil identificar o momento ideal para cada público. É preciso avaliar bem o seu perfil, o tipo de conteúdo que ele consome e o grau de relacionamento com a marca, para entender se ele está disposto a ouvir um discurso de venda. 

Encantamento

Uma vez que o produto é vendido, o relacionamento não acaba. Esse é o momento de encantar o cliente com um ótimo pós-venda, de modo a fidelizá-lo, para que ele compre novamente, e melhor ainda, transformá-lo em um defensor da marca de modo que ele atraia novos clientes. 

Análise

Por fim, esse é um processo que ocorre durante toda a jornada. Um dos maiores benefícios do marketing digital é a possibilidade de analisar os resultados. Portanto, você deve monitorar as ações durante todo o processo, de modo a reconhecer as que tiveram mais sucesso e as que podem melhorar. 

Quais são os benefícios do Inbound Marketing?

Agora você pode estar se perguntando, vale a pena ter esse trabalho todo? A resposta é sim, por conta dos seguintes benefícios: 

  • aumenta a visibilidade do negócio, já que a presença online em múltiplos canais permite atrair mais público;
  • diminui o custo de aquisição de clientes, pois como vimos o foco é em público qualificado;
  • otimiza o processo de vendas por conta da análise feita ao longo da jornada;
  • cria conteúdo de qualidade e útil para o público, afetando também outros aspectos como o SEO;
  • aproxima a marca do público, já que o foco é o relacionamento no longo prazo e não apenas uma venda;
  • maior poder de persuasão e maior ticket médio, por conta do conteúdo que prepara melhor o cliente para a compra. 

Qual é a diferença entre Inbound e Outbound?

Para finalizar o post, vamos abordar essa que é uma das dúvidas mais comuns. O Outbound é o marketing mais tradicional, como os anúncios feitos em TV, rádio ou até na própria internet. Existem algumas diferenças estratégicas entre os conceitos: 

  • a comunicação no inbound é mais aberta, com marca e público interagindo. No outbound, ela tende a ser unilateral;
  • o outbound é pautado por interrupções, enquanto no inbound a mensagem é de acordo com o desejo do cliente;
  • o engajamento no inbound é muito maior, pois o público tende a ser qualificado;
  • no outbound o foco tende a ser no produto em si ou no preço. No inbound, o maior destaque é a solução para o problema, as dores do cliente e da marca. 

Para entender de forma mais prática, imagine que você está vendendo um software de gestão para padarias. Você pode anunciar com um comercial no meio da novela das 20h, o que vai pegar muita gente. Mas, é provável que 99% da audiência não tenha o menor interesse no produto. Por outro lado, você pode criar um blog com informações sobre como gerir a padaria. Qual estratégia é mais eficiente? 

No dia a dia, a resposta pode ser ambas. Enquanto o Inbound chegou com muita força no mercado moderno, o Outbound ainda tem o seu espaço. Portanto, o ideal é conhecer as duas estratégias e aproveitar as forças de cada uma no seu negócio. 

Gostou do post? Então assine a newsletter para saber tudo sobre Inbound Marketing e conhecer as principais estratégias do mercado

A M2BR Academy acredita na evolução do ensino pela realização prática do conhecimento teórico, por isso temos uma metodologia própria desenvolvida sobre PBL (Problem Based Learning), adotado pelas melhores escolas e cursos. Somos entusiastas e realizadores, assim como nossos parceiros e compartilhamos o saber para a formação de um mercado profissional, dinâmico, criativo e inovador dentro do segmento de marketing e mídia digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *