Web Analytics: como funciona e as 10 ferramentas mais famosas

Categorias Conteúdo, Links Patrocinados, Marketing Digital, Mídias Sociais, Web Analytics

Web analytics é o processo de gerenciar os dados de navegação de um site. Para isso, são coletados, organizados e analisados dados gerados pelos próprios usuários, por meio da interação com a página. A partir disso, são obtidos insights para tornar o processo ainda mais otimizado. 

Com essa definição em mente, fica claro que web analytics é muito mais do que o Google Analytics. Como veremos a frente, o GA é a principal ferramenta, mas existem outras que vale a pena conhecer, além dos mais diversos conceitos em torno do assunto. Então, continue lendo este post para entender como funciona o Web Analytics e 10 ferramentas super famosas

Se gostar do post, confira o nosso curso sobre Web Analytics para entender como funciona na prática. 

Como funciona o Web Analytics?

A grande vantagem do Web Analytics é que ele permite mergulhar bem a fundo nos dados. Portanto, esse conceito pode ser usado com um nível de profundidade que depende da sua intenção. 

Você pode ficar no básico, tentando entender os principais pontos e analisar resultados e comportamentos. Por exemplo, é relativamente simples descobrir o volume de usuários que acessam seu site. Normalmente, você consegue a resposta e também encontra possíveis motivos para quedas na performance.

Porém, existe um segundo passo que é cavar um pouco mais a fundo. Imagine que você use o Google Analytics para medir o número de acessos mensais ao seu site. A partir do histórico, você consegue perceber as flutuações naturais do volume de visitantes. Ao analisar isso, você percebe que no último mês o resultado foi muito abaixo do esperado. Esse é o primeiro uso do Web Analytics, analisar padrões para perceber comportamentos. 

Além disso, é preciso também dar o segundo passo para entender os motivos por trás da queda. Buscar responder o que aconteceu, por que aconteceu e, mais importante, se acontecerá novamente no futuro. 

Como os dados são coletados e quais são as métricas usadas? 

Os dados são coletados combinando dois modelos: as tags e os logs. Tags são marcações em páginas específicas que você quer monitorar, por meio de scripts acrescentados aos códigos fonte das páginas. Ele é mais preciso na captura das informações, pois usa cookies e a memória cache para ter uma análise de dados mais eficiente. 

O outro método são os logs que são gerados diretamente pelo servidor. É um método mais rústico, sem tantos filtros. Por conta disso, acaba pegando muita coisa desnecessária. 

Se você não entende muito bem de programação, não precisa se preocupar. Grande parte das ferramentas faz isso por você e, além disso, você ainda pode pedir ajuda para o TI da sua empresa. 

Como profissional mais geral, sua principal preocupação é com as métricas. As ferramentas de Web Analytics são apenas isso, ferramentas, o que significa que é preciso também saber manuseá-las. Por exemplo, se você quer analisar um blog precisa focar em métricas diferentes de um e-commerce. As ferramentas trazem todas elas, mas você precisa saber o que está procurando.  

Quais são as 10 ferramentas mais famosas de Web Analytics? 

Com isso em mente, confira as 10 principais ferramentas de Web Analytics e como elas podem facilitar o seu trabalho. 

1 – Excel ou Google Sheets

Com essas duas opções, você tem ferramentas para estruturar as informações, apresentando gráficos e modelos simples. Não são ferramentas completas, pois servem apenas para organizar as informações, mas podem ajudar, especialmente se você já está acostumado. 

2 – Google Analytics

Como mencionado acima, O Google Analytics é uma das principais ferramentas do mercado. Ela tem grandes vantagens, como ser totalmente gratuita e ter uma ótima quantidade de informações. Uma das maiores vantagens é que existe a conta de demonstração, muito usada em aulas ou para mexer a vontade.  

3 – Tableau

Outra das maiores ferramentas de Web Analytics do mundo, a Tableau é extremamente popular. É uma ferramenta bem completa e tem um período de testes gratuito. 

4 – Adobe Analytics

A famosa empresa responsável pelo Photoshop e outros softwares também tem sua solução de Web Analytics. O Adobe Analytics é outra ferramenta interessante. 

5 – Crazy Egg

A Crazy Egg é uma ferramenta diferente. Ele é um mapa de calor, que ajuda a medir como os usuários navegam pelo seu site. É uma ótima ferramenta de User Experience, permitindo analisar se os usuários acreditam que existe um botão onde não existe, por exemplo. Pode ser também que eles não rolem a tela para baixo, não vendo os botões que de fato existem. 

6 – Aidax

A Aidax é uma ferramenta brasileira, trazendo funcionalidades comuns ao GA, mas com opções extras que podem ser interessantes, como o funil retroativo. 

7 – AT Internet

A AT é muito parecida com o Adobe, com o diferencial de ter suporte em português e uma forte presença no país, mesmo sem ser brasileira, inclusive com um escritório em São Paulo.

8 – Navegg

Essa é outra ferramenta brasileira, com a vantagem de ser gratuita. Seu diferencial é a possibilidade de segmentar os resultados, facilitando a produção de peças para diferentes perfis de clientes. A Navegg ainda não tem limite no número de hits, permitindo atualizar as informações constantemente. 

9 – Hotjar

A Hotjar é uma ferramenta semelhante ao Crazy Egg, com a diferença de que ele é até um pouco mais poderoso. Com ela, não somente você consegue aplicar o mapa de calor, mas também pode gravar o que o usuário faz no site. Com essa informação, você pode documentar a jornada de compra, por exemplo. 

10 – Google Data Studio

Por fim, o Google Data Studio é uma ferramenta que ajuda você a visualizar e apresentar esses dados. Seja para sua equipe ou para seu chefe, essa ferramenta permite a criação de dashboards de forma muito precisa. 

Conclusão

Como ficou claro, o que não faltam são opções de ferramentas para você implementar o Web Analytics na sua empresa. Evidentemente, não existe uma ferramenta claramente melhor que as outras. A boa notícia é que a maioria é gratuita, e se uma não for, pelo menos existe um período de teste. Portanto, a dica é experimentar as ferramentas e suas funcionalidades, para entender o que faz mais sentido para você
Gostou do post? Quer saber mais sobre como usar os dados para otimizar resultados? Então, lembre-se de conferir o curso de Web Analytics da M2BR Academy!

A M2BR Academy acredita na evolução do ensino pela realização prática do conhecimento teórico, por isso temos uma metodologia própria desenvolvida sobre PBL (Problem Based Learning), adotado pelas melhores escolas e cursos. Somos entusiastas e realizadores, assim como nossos parceiros e compartilhamos o saber para a formação de um mercado profissional, dinâmico, criativo e inovador dentro do segmento de marketing e mídia digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *