7 dicas essenciais de marketing digital para empreendedores

Categorias Artigos, Conteúdo, Empreendedorismo, Marketing Digital

Você sabe como ser empreendedor de sucesso? Essa costuma ser a dúvida de muita gente que decidiu ter o próprio negócio. Ainda que não existam receitas de bolo prontas para garantir o bom desempenho do seu negócio, há dicas essenciais de marketing digital para empreendedores que ajudarão nessa conquista.

O Sebrae define o que é ser empreendedor como aquela pessoa que decidiu partir para algo novo. Tirar a ideia apenas do plano do sonho e partir para a ação. Segundo a Pesquisa GEM 2017, em 2017, a taxa total de empreendedorismo no Brasil foi de 36,4%.

Isso significa que de cada 100 brasileiros e brasileiras adultos – cálculo da população com idade entre 18 e 64 anos: 135,4 milhões -, 36 estavam conduzindo alguma atividade empreendedora.

Sabemos que todo empreendedor de sucesso precisa ter resiliência, dedicação e foco no negócio. Além de trabalhar muito para fazer com que dê certo. De acordo com dados do IBGE divulgados em outubro de 2018, em 2016 o Brasil perdeu 719,5 mil e ganhou 648,4 mil empresas.

A taxa, portanto, é negativa, já que o mercado acabou perdendo 70,8 mil empresas. Pelo terceiro ano consecutivo o saldo entre as empresas que entraram e as que saíram do mercado foi negativo. Em 2014, a queda de empresas ativas foi de 4,6%; em 2015, 0,1%; e, em 2016, de 1,6%.

Se você está lendo esse post, certamente não quer entrar para essa estatística negativa. As startups que recebem aportes, abrem o capital na bolsa ou viram unicórnios aparecem aqui e ali. Não é fácil chegar lá. Mas você pode seguir a trilha do sucesso para pelo menos manter um negócio lucrativo e não um que dê prejuízo.

Portanto, se você escolheu o empreendedorismo como opção de carreira, não pode perder essas dicas de Marketing Digital para auxiliar no seu caminho.

Marketing Digital para empreendedores

Geralmente, o empreendedor é considerado um administrador completo. Isso porque precisa ter a visão do todo do negócio, saber administrar e, acima de tudo, ser inovador. As startups que crescem e se tornam grandes empresas com investimentos não saíram do nada e chegaram lá fazendo mais do mesmo. Souberam inovar no mercado em que atuavam.

Esse é outro motivo do porquê o empreendedor necessita conhecer o seu mercado de atuação. Afinal, como ele vai direcionar suas ações e seu negócio sem conhecer onde está pisando?

Embora os setores de Administração e Comercial, por exemplo, sejam funções importantes em um negócio, o de Marketing Digital hoje é essencial. É através dele que você verá oportunidades e chegará a elas. Vamos falar a seguir de algumas formas de você fazer isso.

I. Não tente vender um produto e sim uma solução

nao_tente_vender_um_produto_e_sim_uma_solucao

É provável que você já tenha ouvido essa frase por aí. No mundo atual, o consumidor é o centro do seu negócio. Todas as suas ações devem ser direcionadas ao público. Sabe a frase “o consumidor tem sempre razão”?

Nesse contexto, o sentido dessa frase seria de que o consumidor é o centro de tudo e suas necessidades devem ser atendidas pelo seu produto ou serviço. Não o seu produto ou serviço que deve ser aceito pelo público.

Percebe a diferença? Todo empreendedor começa um negócio, ou deveria, depois de perceber uma grande necessidade no mercado e a falta de uma solução para ela. Isso serve também para ações de Marketing.

Não tente criar produtos porque você apenas acha que serão bem aceitos. Entenda seu público, quais são as necessidades e que soluções você poderia oferecer que já não estejam fazendo por aí.

Para guiar o planejamento de marketing, você vai precisar de uma ou duas personas. Pode até ser que você tenha mais, só que dar conta de várias pode ficar mais complicado. A persona é mais do que o público-alvo. Não são apenas dados de idade, renda, sexo e cidade, por exemplo, que entram nesse perfil.

A persona é uma representação fictícia do seu público, o mais humanizada possível. Inclui o que esse público é (exemplo, sua carreira ou formação), o que ele deseja e quais são suas principais dores.

II. Entregue valor a sua persona

entregue_valor_a_sua_persona

Você já fez um estudo do mercado, criou o produto/ serviço e traçou sua persona. Agora precisa começar a conversar com ela. E geralmente empreendedores iniciais não possuem verbas altas para investir em mídia paga.

Mas, um parênteses: investir em tráfego pago é também importante. A produção de conteúdo e SEO não farão milagre. Uma boa combinação das estratégias orgânicas com as pagas seria o ideal.

Voltando ao tópico principal. Como você vai falar com o seu público e entregar valor a ele, para tentar convencê-lo a comprar seu produto ou optar pelo seu serviço? A resposta para isso é Marketing de Conteúdo.

O primeiro passo é ter um blog, em que você trabalhará o conteúdo que aquele público busca e, através das técnicas de SEO, atrair tráfego orgânico (gratuito) para a sua página. Outra forma de fazer com que o público conheça sua maneira sem que você precise ficar pagando por isso em anúncios é criando vídeos e relacionando-se através das mídias sociais.

Parece muita coisa para produzir, mas com uma busca por palavras-chave e uma boa definição da persona você já terá um amplo banco de ideias para essa criação. O conteúdo é parte da estratégia de inbound e atua em todas as etapas do funil. Funciona mais ou menos assim:

1º – Descubra o que seu público busca, fazendo pesquisa de palavras-chave.

2º – Crie conteúdo para atrair esse público. Não esqueça de SEO.

3º – Pense em um material rico que resolva um dos problemas da sua persona e em troca capture informações de contato, geralmente o e-mail.

4º – Converteu o lead, comece a se relacionar.

5º – Pronto. Você já tem o material para tentar converter esse lead em cliente.

III. Mailing

Falando em lead e material para converter, construir a sua base de e-mails é fundamental. Isso você consegue oferecendo conteúdos de valor ou materiais ricos que mencionamos acima, em troca de e-mail ou telefone.

Esses materiais ricos devem responder a questões buscadas pelo seu público e ajudá-lo a entender que existe um problema e como solucioná-lo. Esse material, que é gratuito, pode ser um e-book, checklist, infográfico, série de vídeos, para citar alguns exemplos.

Para adquirir esse conteúdo, o seu público em potencial vai precisar informar pelo menos o e-mail em troca do material. E aí você começa toda a estratégia para tentar convencê-lo de que o seu produto ou serviço é aquele que dará essas soluções para o problema dele. Em outras palavras, o lead deve comprar seu produto ou serviço e virar cliente.

Mas estamos falando aqui de uma estratégia de Inbound Marketing, em que você atrai os consumidores em potencial com conteúdo de valor e não fica impactando a todo momento com anúncios pagos enquanto espera por conversões.

Dependendo do estágio desse lead, você já deve começar sim a usar anúncios pagos e até e-mails “mais agressivos” de promoções. Mas sempre respeitando o desejo daquele lead de receber ou não informações.

IV. Networking e parcerias

networking_e_parcerias

Uma boa forma de ficar conhecido também é fazendo parcerias com outras empresas ou influenciadores, que ajudarão a divulgar a sua solução para o consumidor. Criar conteúdo em parceria, seja um vídeo colaborativo ou enviar um artigo para ser publicado em um site relevante daquele nicho, são algumas opções aqui.

Outra maneira relevante é manter um networking relevante e ativo, que pode sim acabar virando uma parceria também. Falando nisso, como anda seu LinkedIn?

V. Fique atento ao ROI e KPIs

fique_atento_ao_ROI_e_KPIs

Sem indicadores e metas estabelecidas, fica impossível saber se o negócio está indo bem ou não. Estabeleça as metas quantificáveis e o tempo que você espera alcançá-las para poder medir. Não adianta metas do tipo “quero faturar R$1 milhão em um mês”.

Você precisa de metas reais, que acredita serem alcançáveis. Tente descobrir as taxas do seu nicho e do mercado para ter um parâmetro. E sempre acompanhe o desempenho. Sempre mesmo.

Não espere o relatório de performance do fechamento de cada mês para você saber se deu certo ou não uma ação e se terá o retorno esperado daquele investimento. Acompanhe em tempo real.

VI. Saber analisar

O que nos leva a saber analisar métricas e KPIs. Essa dica de Marketing Digital serve para empreendedores e todo mundo que atua nessa carreira. São as métricas que vão dizer, praticamente em tempo real, se seu negócio está indo bem ou não.

Vão mostrar também se as ações sendo realizadas estão alcançando os resultados desejados ou se precisam de ajuste. Analisar os dados vai permitir fazer esses ajustes e até mudar totalmente de rumo, se for o caso.

VII. Mantenha-se atualizado

O segredo de todo empreendedor de sucesso é estar atualizado no mercado. Não adianta fazer a graduação e uma pós ou MBA depois e parar por aí. O mercado muda a todo momento. Você pisca e um algoritmo muda, uma legislação ou mesmo uma prática.

Mantenha-se atualizado acompanhando os maiores especialistas da área. Faça certificações que vão ajudar na sua carreira. Tenha um networking ativo. Opte também por cursos que vão juntar tudo isso e te entregar de maneira mais simples: o conhecimento do que mudou, a prática naquela área e a possibilidade de conhecer outras pessoas do ramo.

A M2BR Academy acredita na evolução do ensino pela realização prática do conhecimento teórico, por isso temos uma metodologia própria desenvolvida sobre PBL (Problem Based Learning), adotado pelas melhores escolas e cursos. Somos entusiastas e realizadores, assim como nossos parceiros e compartilhamos o saber para a formação de um mercado profissional, dinâmico, criativo e inovador dentro do segmento de marketing e mídia digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *