Formação em Redes Sociais: o que o mercado quer de você

Categorias Artigos, Conteúdo
formação em redes sociais

formação em redes sociais

Quem está pensando em uma formação em redes sociais, certamente já se deu conta de que elas se estabeleceram como o grande motor da internet no mundo. Isso é ainda mais claro no Brasil, recordista de usuários na América Latina.

Atuar em redes sociais é, sim uma ótima escolha profissional. O grande desafio é: como se especializar no assunto e ir além do que se aprende na universidade?

Está claro para qualquer um que o ensino acadêmico nessa área está aquém do que o mercado cobra.

Sob a ótica do gestor de marketing digital que vê as mídias sociais como um de seus principais canais de comunicação, é importante pensar quais dimensões formam profissionais capacitados nos quesitos técnicos e estratégicos na área.

Foi-se o tempo da mera criação incessante de posts. O foco agora é análise e resultado. É crucial que os profissionais de mídias sociais tenham uma visão macro de todo o ecossistema do marketing digital. Que conheçam conceitos, dominem plataformas, entendam do público-alvo, avaliem a experiência do usuário e estejam preparados para atualizações quase que mensais do mercado.

É sobre isso que vamos refletir neste artigo. Entenda:

  • O cenário atual do mercado de mídias sociais;
  • O que as empresas esperam dos profissionais da área;
  • Quais habilidades é preciso desenvolver;
  • Como se capacitar: em quais fontes buscar aprendizado de qualidade, em quem se inspirar e muito mais.

Boa leitura!

O tal do mercado de mídias sociais

mercado de mídias sociais

Cada vez mais empresas criam perfis em redes sociais para atingir seus clientes de forma estratégica. É uma demanda dos usuários, cada vez mais engajados. O tempo gasto em plataformas sociais segue aumentando.

Há alguns números que demonstram o quanto o mercado de mídias sociais está em franco crescimento. De acordo com o Global Web Index, os smartphones assumiram protagonismo na utilização de internet em todo o mundo. Bom, sabemos que os brasileiros usam massivamente seus celulares para navegar. Logo, deduz-se que estratégias mobile-first tendem a gerar melhores resultados.

Outro levantamento recente feito pela Rock Content sobre a realidade das empresas brasileiras nas mídias sociais também trouxe alguns dados interessantes:

  • 92% das empresas brasileiras já estão presentes nas redes sociais;
  • 58,6% delas já adotam algum tipo de estratégia de conteúdo;
  • 72% têm estratégias bem definidas para divulgação da marca e seus conteúdos nas mídias sociais;
  • mas apenas 50% dos empresários que responderam à pesquisas consideram que suas estratégias digitais podem ser consideradas eficazes.

Do ponto de vista das oportunidades: quem quer fazer faculdade de marketing ou atuar com mídias digitais entra num mercado com muita perspectiva de crescimento.

A tendência das organizações de todos os portes e segmentos é investir cada vez mais no marketing digital.

As empresas entenderam a importância de ter estratégias bem fundamentadas nas mídias sociais. E sabem que só é possível ter sucesso nessa empreitada com orçamentos específicos e uma equipe qualificada. Por isso, a demanda por equipes e fornecedores capacitados deve aumentar.

O que as empresas esperam dos novos profissionais de mídias sociais

profissionais de mídias sociais

A resposta é complexa. Não é mais possível pensar ações separadas. Portanto, o primeiro predicado esperado dos profissionais é uma visão integrada do marketing.

Não existe mais marketing sem resultados. Está morto. Acabou. A maioria das empresas já passou da fase de ter ações pontuais no ambiente digital apenas para “existir”. Os empresários querem agora perceber efeitos diretos de cada ação no faturamento do negócio.

Dica 1

Para início de conversa: entenda a parte estratégica da coisa. Conheça o negócio e formas de aplicar seus conhecimentos planejadamente para gerar resultados. Dominar ferramentas ajuda e muito. Mas não é o suficiente.

Dica 2

Agora sim: habilite-se e treine-se nas ferramentas digitais disponíveis. Ferramentas de automatização e análise são as bolas da vez. Espera-se que você tenha um olhar voltado para os dados. Vão te cobrar isso. Pode apostar!

Uma grande dificuldade das empresas hoje é justamente ir além do trivial nas mídias sociais.

Os gestores de negócios sequer sabem o que medir para mensurar resultados. Só sabem que querem vender mais e que as mídias digitais podem ajudá-los nisso. Daí a importância de unir conhecimentos de social media com uma visão voltada para o negócio!

Concentre esforços em resultados e métricas palpáveis (não apenas nas chamadas “métricas de vaidade”, como número de fãs, curtidas e compartilhamentos).

O mercado espera do novo profissional de mídias digitais uma atuação consultiva. Que você consiga traduzir conceitos e demonstrar valor para executivos que não entendem os meandros, mas que anseiam “visualizar” os resultados.

A faculdade sozinha não é suficiente

faculdade não é suficiente

Um dos grandes erros de quem está entrando para o marketing digital e quer trabalhar com mídias sociais é descolar o ensino tradicional dos conhecimentos sobre o ambiente digital.

Por mais que o trabalho seja realizado no virtual, alguns conceitos e conhecimentos vindos do marketing tradicional continuam totalmente válidos. É importante saber o que é público-alvo, o que são indicadores de vendas e quais são os estágios de uma campanha.

Por outro lado, também é certo afirmar que as faculdades de marketing não estão preparadas para inserir seus alunos no ambiente digital. Basta olhar para a quantidade de cursos presenciais e online e como eles são procurados por milhares de alunos que querem entender este novo mercado e se preparar para atuar nele de maneira competitiva.

Muitos estudantes relatam que se veem um pouco perdidos no mercado profissional devido a esse gap.

De forma prática: estude e prepare-se para complementar seus aprendizados da universidade.

O que quem está ou quer entrar nesse mercado precisa saber

entrar no mercado de mídias sociais

É fundamental que os estudantes trabalhem bem suas capacidades de planejar e executar estratégias de marketing digital. Por exemplo:

  • definir objetivos claros de presença online da marca;
  • identificar necessidades imediatas em função da situação do mercado em questão;
  • identificar e investigar a concorrência que possui uma boa presença online;
  • definir canais e meios a serem utilizados em campanhas online;
  • definir ferramentas, métricas e indicadores chave de desempenho (KPIs) a serem monitorados.

Mas como se consegue isso quando se está em início de carreira? Para que lado correr?

A resposta mais objetiva é: estudando!

Pela dinâmica do mercado de marketing digital, especialmente no que tange às redes sociais, os profissionais da área têm que ter uma atitude mais proativa na hora de se capacitar. As coisas mudam muito rapidamente (metodologias, técnicas, ferramentas, abordagens etc.) e só quem tem sede de conhecimento consegue acompanhar.

Ser curioso, ter vontade de experimentar, explorar e investigar cada nova rede social que surge também funciona muito.

Outro ponto importante é a busca de fontes relevantes na própria internet para seguir e consumir conteúdo sobre o tema. Além, é claro, de buscar cursos específicos para cada tipo de habilidade a ser desenvolvida.

Só um cuidado: é importante separar o joio do trigo. O excesso de informação nem sempre garante conhecimento. Daí que muita gente se sente perdida e não sabe quais especialistas acompanhar, que cursos fazer, etc.

A boa notícia é que quanto mais você experimentar, fizer benchmarking com profissionais da área, se envolver em projetos de marketing digital, mais preparado estará para reconhecer o que realmente agrega e absorver conhecimento.

Que competências é preciso desenvolver para atuar em redes sociais de forma competitiva

atuar em redes sociais

Agora, falando mais especificamente das competências esperadas pelo mercado de marketing digital, com especial atenção para o recorte das redes sociais, tenho algumas dicas:

Aprenda a planejar estratégias nas redes sociais

Marketing só é marketing quando há planejamento, ou seja, um escopo baseado em metas específicas a serem alcançadas e com um plano de ação dentro do orçamento e do cronograma específicos.

Aprender a planejar, portanto, é fundamental para quem quer ser um profissional de mídias sociais. E esse planejamento deve sempre estar confluindo com o planejamento macro do projeto de marketing digital.

Entenda de de métricas e indicadores

Desenvolver as capacidades de definir métricas e indicadores e analisá-los é um diferencial incrível para quem atua em marketing digital. Não é errado dizer que este é um ponto de diferenciação crucial entre os profissionais e os amadores.

Dentre as principais métricas que você deve conhecer e saber como acompanhar e analisar estão:

  • total de visitas;
  • taxas de conversão;
  • percentuais de cada fonte de tráfego (diretas, de referências, orgânicas, links pagos, mídias sociais etc.);
  • taxas de rejeição;
  • taxas de leads que se tornaram clientes;
  • custo por lead (CPL);
  • custo de aquisição de clientes (CAC);
  • valor do cliente ao longo da vida (lifetime value) etc.

Conheça ferramentas

Dominar ferramentas também é muito importante. Não basta saber fazer as perguntas corretas e entender de que forma mensurar resultados, é importante ter noção de quais plataformas e aplicativos podem auxiliar na automação dos processos, por exemplo.

Como se capacitar

como se capacitar em mídias sociais

Logicamente, tudo o que apontamos no tópico anterior requer capacitação. Logo, aqui vamos te dar algumas dicas de como encontrar cursos de qualidade que podem te ajudar a estar preparado para enfrentar o mercado de mídias digitais de uma maneira competitiva.

Empreenda no digital (nem que seja só para treinar)

O grande trunfo da internet é que com ela é possível iniciar um negócio com custo praticamente zero. Então, se você quer se capacitar uma boa escolha é criar um negócio digital (um blog, um serviço de produção de conteúdo etc.) para entender na prática quais são seus gaps de aprendizado nesta área.

Por exemplo, para que seu site tenha mais audiência, você precisará buscar conhecimento de produção de conteúdo na web (SEO, copywriter etc.); para alavancar suas conversões, vai precisar aprender como usar ferramentas de automação de marketing e assim por diante.

Faça cursos e participe de eventos

Tanto online como de maneira presencial, há uma infinidade de cursos específicos para cada habilidade que você precise desenvolver ou aprimorar em marketing digital.

Pergunte aos profissionais já experientes quais são as indicações deles em cursos na área.

Aproveite também os eventos sobre o assunto, muitos deles gratuitos (online e presencial). Em conferências, palestras etc., muitas vezes, os profissionais relatam cases de sucesso, falam de suas dificuldades, apresentam seus resultados. Participar disso pode ser muito esclarecedor.

Busque certificações

Outra forma muito rica de desenvolver suas capacidades é perseguir as certificações, ou seja, fazer cursos formais do Google, por exemplo, para ganhar um atestado de que você tem conhecimento para trabalhar.

Normalmente, os fabricantes das ferramentas e aplicações em marketing digital disponibiliza capacitações e conferem certificações a quem participa delas e obtém nota suficientes para aprovação.

Faça uma lista das certificações necessárias e vá em busca de cada uma delas. Em pouco tempo você estará certificado em diversos cursos e poderá se apresentar como um profissional capacitado para o mercado de trabalho.

Aproveite conteúdos gratuitos na web

O Google está aí para isso!

Faça as perguntas certas e você terá uma infinidade de respostas. Se você absorve mais conhecimento lendo, procure blogs que publicam tutoriais em texto.

Se o seu forte é o audiovisual, acompanhe os canais do YouTube e os podcasts que tratam do tema das redes sociais.

Aproveite seu tempo se informando sobre o mercado e aprendendo na prática. Vá testando tudo o que você encontra, isso vai te dar experiência e, no mínimo, você terá um bom portfólio para apresentar quando surgir uma oportunidade de estágio ou emprego.

Faça networking

Cole nas pessoas que já estão no mercado e aprenda com elas. Faça isso presencialmente o máximo que você puder, mas também aproveite os fóruns de discussão, os grupos de Facebook, LinkedIn e até WhatsApp.

Assim, você terá a quem recorrer quando se deparar com um desafio pontual.

Como descobrir fontes de aprendizado de qualidade para complementar a formação em redes sociais

fontes de aprendizado nas mídias sociais

Por fim, como a formação em redes sociais não é definitiva, ela está sempre em construção, é muito importante conhecer e acompanhar fontes relevantes e de qualidade sobre o assunto.

Há milhares de fontes na web, e elas não param de surgir. Mais uma vez, é importante separar o joio do trigo. Entender, por exemplo, que existem fontes primárias (organizações que fazem pesquisas, fabricantes de ferramentas, agências digitais consolidadas no mercado e com grandes cases de sucesso etc.) e as fontes secundárias (blogueiros comentadores, entusiastas etc).

Conclusão

Como você viu ao longo deste artigo, há inúmeras oportunidades para quem quer entrar no mercado de redes sociais e do marketing digital como um todo.

Contudo, é preciso correr atrás de conhecimento, estar sempre atento às oportunidades de aprendizado formais e informais, ter aptidão para fazer networking e ser bastante curioso.

Não importa se você quer empreender nesta área, tornando-se um fornecedor de serviços digitais para empresas ou se quer trabalhar na área de marketing como funcionário. Seu diferencial será sempre o aprimoramento das habilidades, uma vez que as organizações estão cada dia mais exigentes quanto à qualificação de seus colaboradores e prestadores de serviços.

Quer se tornar um profissional de mídias sociais completo? Conheça mais sobre nosso curso de formação na área! São 72 horas de aula e professores premiados para dividir o conhecimento prático com você!

Sócio do Grupo M2BR, formado em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda. Profissional certificado em: Google (6 certificações), Twitter e Microsoft. Há 7 anos trabalhando com marketing digital, mídias sociais e performance. Hoje está a frente da M2BR Academy. Já gerenciou clientes como: Bodytech Company, Spa das Sobrancelhas, Fórmula Academia, GBG Pneus, Essilor, HarperCollins Brasil e SuperPrix Supermercados. Entre aulas de MBA, Graduação e Extensão passou pelas seguintes instituições: UERJ, Unicarioca, Instituto Infnet e FACHA. Treinou de maneira personalizada as equipes das seguintes empresas: Globosat, Textual e Liberty Seguros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *