Trabalho remoto: como gerenciar equipes a distância

Categorias Artigos
trabalho_remoto

Um desafio atual de muitos gestores é como gerenciar as equipes no trabalho remoto. Liderar times a distância não é algo simples, assim como fazer o mesmo trabalho presencialmente também não é.

Mas o trabalho remoto já é algo adotado em todo o mundo. A tendência é que cresça no Brasil, já que a reforma trabalhista de 2017 veio regulamentar práticas dessa modalidade.

A Buffer, em parceria com Workfrom e Hubstaff, divulgou a pesquisa State of Remote Work 2018, com opiniões de 1.900 trabalhadores remotos pelo mundo.

O primeiro dado divulgado foi sobre a possibilidade de trabalhadores remotos continuarem nesta modalidade. O resultado foi que 90% daqueles que já iniciaram no modelo pretendem continuar assim durante toda a carreira.

Dos entrevistados, 70% trabalham apenas remotamente, enquanto 30% parte do tempo. Destes, 60% querem aumentar o tempo em que ficam remotos

Prós e contras do trabalho remoto

pros_e_contras_do_trabalho_remoto

Economia de tempo e dinheiro é, certamente, uma das grandes vantagens de trabalhar fora de um escritório. Por outro lado, acaba sendo mais solitário e menos interativo. Entre os maiores benefícios apontados pela pesquisa da Buffer, o maior foi a flexibilidade de horários.

Com essa modalidade, economiza-se com o transporte e também com o tempo gasto na ida e volta para casa. Tempo esse que pode ser usado para lazer, exercitar-se, estudar ou até maratonar uma série. Por outro lado, é preciso ter um ambiente adequado, o que pode custar em um coworking ou ao passar mais tempo em casa.

PRÓS: Além da flexibilidade, passar mais tempo com a família, poder viajar, ter seu próprio ambiente de trabalho, trabalhar de casa, evitar políticas do escritório e poder praticar atividades físicas com frequência são outros pontos altos.

CONTRAS: solidão, comunicação e colaboração, distrações em casa, manter a motivação, fuso horário, encontrar um WIFI confiável, entre outros pontos.

A pesquisa aponta duas grandes questões que podem estar entre as desvantagens: como resolver a comunicação e a quantidade de dias de férias, pois mesmo que os dias livres sejam remunerados, seus instrumentos de trabalho – notebook e celular – estarão ao seu lado. E você pode ficar muito tentado a acabar trabalhando.

Por outro lado, com a flexibilidade é possível viajar e trabalhar de qualquer lugar do mundo (já ouviu falar em nômade digital)? E mesmo os gastos de um coworking ou ficando em casa, podem ser reduzidos optando por um WIFI público confiável.


Carreiras que permitem trabalho remoto

Se formos listar as áreas em que o trabalho remoto pode funcionar, poderíamos ocupar um longo espaço desta página. Na maioria das vezes, profissionais que trabalham com TI e serviços relacionados são as ocupações mais comuns.

Outras carreiras são Marketing, produção e edição de conteúdo, fotografia, edição de vídeos, suporte ao cliente, design, entre outras.

Com tantas opções, é possível ter o trabalho remoto para uma empresa como sua principal fonte de renda. Ou, pode complementar sua renda, já que essa modalidade também permite ser freelancer.

Como não costuma ter um horário fixo, o trabalhador fixo pode optar pela modalidade remoto para ter uma graninha extra. Algumas das plataformas mais conhecidas para encontrar um trabalho freelancer ou remoto na área de Comunicação e Marketing são Workana, Rock Content, Content Tools, 99Freelas, entre outras.


Ferramentas para facilitar trabalho remoto

ferramentas_para_facilitar_trabalho_remoto

Basicamente, se você optou ou pensa em adotar esse formato de trabalho, precisará ter um computador com uma boa conexão, celular e um lugar confortável para ficar. Que pode ser sua casa, um café ou até um espaço coworking.

Mas, para empresas adotarem esse modelo entre seus funcionários e fazerem realmente funcionar, é preciso ter uma boa Comunicação. Por isso, você deve combinar bem os processos com toda a equipe. Algumas das ferramentas que podem ajudar, são:

  • Ferramenta de conversa – Slack, e-mail, Whatsapp
  • Ferramenta de reunião: Skype, Hangouts, Zoom
  • Ferramenta de compartilhamento de arquivo: Google Drive, Dropbox
  • Ferramenta de controle de tarefas: Trello, Asana, Basecamp
  • Ferramenta de controle de produtividade: Runrun.it, Toggl

Essas são ferramentas para gerenciar qualquer time de maneira básica. Um time de design precisará de outras específicas, assim como o de TI ou mesmo os produtores de conteúdo.


Por que adotar esse modelo?

Falamos das vantagens e desvantagens de um trabalhador optar pelo modelo remoto. Mas, se você é um gestor e pensa em adotar esse modelo em sua própria companhia, há também alguns pontos a serem considerados.

Segundo uma pesquisa de 2018 do site FlexJobs, alguns benefícios são:

  • A retenção de empregados, já que 76% disse que seria mais fiel ao seu empregador caso tivesse opções de trabalho mais flexíveis.
  • Redução de despesas.
  • Educação e experiência, já que 78% dos respondentes que trabalham remotamente têm pelo menos graduação e 32% estão em um nível de gerência ou mais alto.
  • Estratégia de contratação, com a possibilidade de ter profissionais mais qualificados e com sólida experiência em diferentes áreas.

Empresas que adotaram o trabalho remoto

Em outra publicação, o FlexJobs relata que algumas das carreiras mais em alta nessa modalidade de trabalho são terapia, administração virtual, atendimento a clientes e tutoria, por exemplo.

Além destas, outros profissionais que mais adotam esse formato são professores, desenvolvedores, escritores, analistas, representantes de vendas, contadores e gerente de programa.

Há empresas de todos os portes que adotam a modalidade. Algumas mais conhecidas no mundo todo são Amazon, Dell, Salesforce, rede de hotéis Hilton, entre outras.

A Amazon tem vagas remotas, que pode ser full time, meio período ou mesmo sazonais. As vagas são para algumas regiões apenas. As oportunidades são nas áreas de Recursos Humanos, Vendas e Publicidade, Desenvolvimento, entre outras.

A empresa de tecnologia Dell, por sua vez, oferece vagas remotas para Executivo de Contas, Serviços de Vendas, Atendimento ao Cliente, Engenheiro de Dados, entre inúmeras outras. A empresa também divulga que iniciou a oferta de oportunidades com horários flexíveis desde 2009, por acreditar na mudança dos locais de trabalho.

A empresa destaca que flexibilidade é parte de sua cultura. Entre os benefícios destacados estão causa ambiental, com redução do gasto de energia elétrica, por exemplo; a empresa ganhou destaque por adotar esse modelo e ainda economizou e, em alguns anos, $39.5 milhões. Para os funcionários, a flexibilidade os ajuda a serem mais bem-sucedidos e alcançarem seus objetivos, por exemplo.

Quase 100% remota

A empresa que lidera a lista anual do site FlexJobs, divulgada em 2018, é a VIPKID, uma escola de inglês para crianças chinesas. Em seu site, a startup multi-bilionária destaca ser a primeira no ranking de trabalho flexível. Por ser uma escola de inglês online, os professores têm flexibilidade para trabalhar de onde quiserem e podem ganhar de $14 a $22 por hora.

Atendimento de qualquer lugar do mundo

A rede de hotéis Hilton , acredite, também tem funcionários que trabalham de casa em alguns locais dos Estados Unidos, no Departamento de Reservas e Serviço ao Cliente. Os funcionários remotos são os especialistas em venda de reservas de nível internacional.

O Hilton destaca como vantagens desse modelo, além de poder trabalhar de casa, oportunidade de crescimento na empresa, treinamento, pacote de benefícios, entre outros. Existem algumas restrições de equipamento, como usar uma “internet de alta velocidade com fio”. Mas alguns equipamentos são fornecidos por eles, como computador de mesa/disco rígido, teclado, mouse, headset compatível com o disco rígido e outros.


Conclusão

Se você é um empregado, trabalhar remotamente pode trazer inúmeros benefícios. Mesmo que tenha um trabalho fixo, é possível encontrar oportunidades freelancer, principalmente na área de Marketing.

Para isso, é importante manter-se qualificado e atender às demandas em alta no mercado. É possível, por exemplo, ser um social media freela, ou mesmo um produtor de conteúdo ou copywriter. Profissionais de mídia digital e até de SEO também podem prestar serviço nesse modelo.

Para adaptar-se, criar uma rotina pode ajudar, já que não existirá mais a obrigação de ir ao escritório todos os dias. Mas você deve manter esse compromisso e não se distrair com tudo, até mesmo uma olhada nas redes sociais, que possa atrapalhar sua produtividade.

Afinal, uma das grandes vantagens de trabalhar remotamente é poder aumentar o seu rendimento e suas entregas.

Você, como empresa, deve garantir que tenha uma boa Comunicação com seu time, mesmo que seja remoto ou de freelancers. Há também ações para integrar as equipes e evitar que exista a sensação de solidão de falta de conexão com a empresa.

A M2BR Academy acredita na evolução do ensino pela realização prática do conhecimento teórico, por isso temos uma metodologia própria desenvolvida sobre PBL (Problem Based Learning), adotado pelas melhores escolas e cursos. Somos entusiastas e realizadores, assim como nossos parceiros e compartilhamos o saber para a formação de um mercado profissional, dinâmico, criativo e inovador dentro do segmento de marketing e mídia digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *