Atenção jornalistas e redatores: nova forma de apresentar conteúdo digital!

Eu me considero um leitor voraz de conteúdo digital, seja através do meu computador pessoal ou usando meus gadgets. Mesmo sabendo de toda a vantagem em relação aos seus irmãos impressos, sempre tive a certeza de que ainda tínhamos muito a explorar.

A minha impressão é que desde o Flash, onde os efeitos eram absolutamente desnecessários e prejudiciais à usabilidade, ainda não tínhamos achado algo diferente de uma versão digitalizada de nossos impressos. É claro que as interações com vídeo e sons sempre foram bons diferenciais, porém eles atuam como um elemento complementar aos conteúdos informativos.

(Entre os meus parágrafos de análise, quero deixar uma menção especial ao NY Times, que está sempre na vanguarda da internet de conteúdo, ditando moda nos modelos de negócio e formas de explorar o universo online e todas as suas possibilidades.)

O conteúdo que me fez falar “UAU!” novamente, depois de tantos anos de Internet, combina elementos fantásticos de interatividade e fluidez. A combinação harmônica entre texto, som, imagens e vídeos faz com que um artigo denso seja consumindo de maneira suave e prazerosa, tirando o máximo proveito da tecnologia que temos hoje.

Mal posso esperar até produzir um desses para algum cliente. E ai, alguém quer ser minha cobaia? : )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *