Redes Sociais – O amanhã está virando ontem… Agora mesmo.

A inspiração para esse título, no mínimo inusitado, veio do artigo da Bety Tichauer na revista Proxxima, onde ela faz uma reflexão interessante sobre os especialistas em redes sociais e a próxima geração de jovens e profissionais.

Ao passar os olhos sobre os parágrafos do texto, não pude deixar de me colocar em algumas das situações que ela descreve, seja como cliente ou como profissional de agência.

É duro quando você percebe que a sua irmã ou sobrinho sabe de coisas que você não tinha ideia que existiam. Ou quando você vai dar um treinamento e é bombardeado por perguntas de “modinhas de internet” que muitas vezes você não conhece.

Às vezes bate uma vontade de ter uma profissão menos corrida ou estressante, onde a sua base de conhecimento não seja inutilizada a cada 6 meses… : )

Também não é fácil ver que o seu estagiário está muito mais “conectado” que você em lançamentos e novas tendências de serviços e redes na internet. Será que ele vai ficar com o seu emprego em breve?

O fato é que temos até mesmo novas fobias ligadas ao consumo de informações na internet, à falta de uso de celular, ou comportamentos comuns em jovens, como o phubbing.

Exemplo de Phubbing

Depois de alguns anos de angustia reflexão, compartilho algumas dicas que me ajudaram no dia a dia:

  • Desista de tentar estar à par de tudo que acontece na internet. É simplesmente impossível;
  • Aprenda teorias (estude experiências) sobre pessoas e comportamento, afinal a internet é feita de indivíduos e grupos;
  • Cerque-se de uma equipe cheia de gente que AMA o que faz. É clichê, mas eu prefiro ter ao meu lado um profissional júnior cheio de energia do que um sênior conformado e acomodado;
  • Invista o seu tempo em encontrar bons curadores de conteúdo. Ter um time de pessoas excelentes separando o joio do trigo para você (de graça, muitas vezes), é uma das grandes bênçãos da Web;
  • Fuja da atração de transformar suas ações de marketing digital em commodities. Clientes diferentes necessitam de planejamento e ações customizados para sua realidade;
  • Mesclar uma equipe jovem e experiente é uma das melhores decisões que uma agência/empresa pode tomar.

E vocês? Como lidam com a velocidade da mudança na internet?
Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *