Marketing de Conteúdo – Ofereça de graça e ganhe em dobro

Não daria para imaginar, há alguns anos atrás, que uma das estratégias de marketing mais eficazes seria compartilhar gratuitamente “segredos” de sua empresa. Na era analógica, a proteção ao know-how era conhecimento básico e comum para qualquer gerente recém-contratado.

Com a internet veio a facilidade de se informar sobre tudo e, com ela, o conceito de conteúdo livre. As pessoas começaram a compartilhar o que sabiam na internet, muitas vezes, em troca somente de reconhecimento ou graças ao amor que sentem pelo que fazem.

Com isso, as empresas passaram a não ter mais nenhum diferencial e declararam falência, certo? Claro que não!

O mecânico que entendia de Marketing…

Eu estava procurando bons cases para uma palestra relacionada ao setor automobilístico, quando conheci a oficina High Torque pelo Youtube

De cara me chamou a atenção um canal com mais de 100.000 assinantes e que não parecia lá muito profissional. Depois de alguns vídeos assistidos, eu entendi o quanto aquele mecânico tinha sido genial! A sua oficina ia mal das pernas, quando ele teve a “brilhante” ideia de oferecer de graça, pela internet, dicas e macetes do trabalho que ele fazia no dia a dia.

Vocês percebem o quanto isso vai de encontro ao que conhecíamos de modelos de negócio? Oferecer gratuitamente um tipo de conhecimento que pode ser usado pelo seus clientes se tornarem independentes e não precisarem mais da sua empresa!

Esmiuçando a estratégia de marketing de conteúdo.

Se conseguirmos romper a barreira inicial para analisarmos alguns pontos mais profundamente, podemos chegar à algumas conclusões:

  • Os vídeos humanizam a oficina e a figura do dono. Muitos deles tem uma alta dose de humor (inclusive com besteiras como uma caveira de plástico falante), tornando o conteúdo bem leve e de fácil absorção.
  • Confiança é algo fundamental para o negócio, principalmente com a fama de “espertos” que os mecânicos e oficinas costumam ter.
  • Ensinar algo de graça desperta o goodwill das pessoas em geral, favorecendo indicações e mindshare no seu público-alvo.
  • Não é porque você sabe fazer algo (ou aprendeu), que necessariamente vai fazer por sua conta. Em alguns momentos, os vídeos servem para mostrar que reparar um carro dá muito trabalho e até desencorajam, de uma maneira saudável, que o cliente tente fazer por conta própria.
  • Economizar o dinheiro de um potencial cliente em um reparo simples (que muitas vezes não é lucrativo para a oficina), deixa a oficina em uma posição privilegiada, quando este mesmo consumidor precisar de um serviço mecânico mais complexo.

Para quem quiser se aprofundar mais no case, sugiro a leitura desta reportagem.

É isso ai! Até a próxima e deixem seus comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *