GET – Mulheres Digitais

Foto - GET - Mulheres Digitais

A M2BR Academy promoveu, no dia 8 de março, a segunda edição do GET (Gestão, Empreendedorismo e Tecnologia), com a ideia de debater a perspectiva feminina sobre o mercado digital. O auditório da Folha Dirigida abrigou a ocasião, que contou com mais de 140 inscritos e inscritas e teve apoio da própria Folha Dirigida, além de Inoveduc e ABRADi (Associação Brasileira das Agências Digitais).

Com o nome “Mulheres Digitais”, o evento gratuito apresentou 4 palestrantes: a cientista de dados Tuka Roberta Rossatti mediou o debate, acompanhada por Raphaelly Bragança, gerente de marketing da OLX Brasil, Juliana Diniz, CEO da Diz’Ain, e Gabriella Orlani, assistente de mídia na Agência M2BR.

Representatividade foi a tônica da mesa-redonda. Enquanto as convidadas compartilhavam suas vivências e relatos, diversas inscritas se identificavam. O desafio de ser mulher nos dias de hoje, seja no trabalho ou fora dele, esteve presente em cada fala.

“A Tuka conduziu muito bem a mesa. Todas as situações expostas, inclusive pelas pessoas que estavam na plateia foram verídicas. E, na maioria das vezes, ligada a um homem”, explica Orlani.

Hoje gerente de marketing, Raphaelly contou uma vez em que foi preterida num processo seletivo por, teoricamente, “não entender muito sobre futebol”. O outro concorrente era um homem. A palestrante Juliana Diniz também relembrou uma situação em que, no meio de uma reunião, foi perguntada “se ensinava seu filho sobre futebol”.

E o debate sobre inclusão não parou por aí. Um dos pontos altos do dia foi o momento em que um grupo de mulheres com deficiência auditiva e na fala interveio e perguntou sobre como todos ali viam a questão da inclusão de mulheres com deficiência no mercado.

Público do GET Mulheres Digitais

Responsável por mediar o debate, Tuka Rossatti reafirmou a importância do evento. “A discussão sobre problemas e questões da área de marketing e comunicação são imprescindíveis para que práticas de mercado sejam revistas e aprimoradas. O mercado todo ganha com isso, mas, principalmente, formamos melhores profissionais”, concluiu.

Organizado pela M2BR Academy, o GET vem ganhando cada vez mais força. A primeira edição, em dezembro de 2017, girou em torno de ações de dinamismo, organização e compartilhamento de projetos, aliadas à mobilidade, baixo custo e produtividade, com participação de profissionais das empresas: Cabify, Runrun.It, WeWork e Crowd.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *