Fiz Marketing de Conteúdo e roubaram meus clientes! E agora?

Fiz Marketing de Conteúdo e roubaram meus clientes! E agora - Blog da M2BR

Vamos falar sobre o Marketing de Conteúdo? Aquela “nova” forma de gerar vendas e resultados incríveis, que pode ser aplicado por qualquer um! O conceito passado ao mercado é bem simples: ajude as pessoas com o máximo de informações que puder para ser recompensado de formas incríveis.

Mas e quando a recompensa não é aquilo que esperamos? Quando, ao invés de ganharmos vendas, nós perdemos clientes? Alguém já te disse que isso pode acontecer?

“Não existe almoço grátis. Quando você não paga por um produto, você é o produto”.

Você sabe no que está investindo? Conhece os riscos e as regras do jogo?

Hoje é muito fácil se sentir “especialista” em qualquer área ou setor, não acham? Com uma simples pesquisa no Google, conseguimos ter acesso a diversos tutoriais, cursos e “textões” sobre os mais variados assuntos. A tentação de seguir um passo a passo – uma receita de bolo no estilo Buzzfeed – é enorme.

Também é errado pensar que esse é um fenômeno exclusivo da era digital. Os meios de comunicação mais tradicionais, como revistas, jornais e TV, também têm esse “efeito manada” na vida das pessoas. Basta sair uma reportagem no Globo Repórter, falando sobre os benefícios de determinado alimento, para que a demanda por tal item sofra um pico praticamente instantâneo.

O fato é que muitos profissionais ou empreendedores estão sedentos por “balas de prata”, nome dado a ações que têm grande poder de gerar resultado com pouco esforço relativo. Aplicar conceitos e técnicas, sem ter certeza do que se está fazendo, pode ser bem frustante, principalmente quando você não tem noção dos riscos que está correndo.

Um exemplo clássico é usar a bolsa de valores como forma de aplicação financeira. É bem comum ver histórias de sucesso, em que pessoas comuns têm seus patrimônios duplicados em questão de dias. Mas é muito importante que saibamos que algumas outras centenas de milhares de pessoas perdem TUDO o que tem de uma hora para outra. É uma questão de Risco (calculado!) x Retorno, correto?

O que é marketing de conteúdo?

De acordo com a Wikipedia, ” Marketing de conteúdo é qualquer forma de marketing que envolva a criação e compartilhamento de conteúdo para adquirir e educar clientes”.

Mesmo sem ter muita consciência do que estava fazendo, há cerca de uns 10 anos, eu já ministrava palestras gratuitas sobre marketing digital. Alguma coisa me dizia que era um caminho interessante para atrair a atenção de potenciais clientes.

primeiras-aulas-do-Ricardo-Marsili-Blog-da-M2BR

Na época eu enfrentei alguma resistência dos meus sócios, pois tinham medo de que o conteúdo pudesse ser usado pela concorrência. E quer saber? Vou escrever algo aqui que muitos não tem coragem.

Como em qualquer tipo de investimento, sempre existe um preço a se pagar. Os supermercados, por exemplo, sabem que precisam contar com 1 a 2% de perdas em seus estoques de produtos. Isso é oriundo de roubos, furtos, quebras, problemas de inventário, etc. Quando você trabalha com marketing de conteúdo, você precisa ter em mente algumas premissas:

  • O conhecimento deixou de ser restrito. Muito provavelmente o que você está “escondendo” já está disponível na internet e, possivelmente, de forma gratuita. Em mercados em que o turnover é grande, seus colaboradores também levarão um pouco da expertise da empresa para a concorrência quando mudarem de emprego.
  • É melhor que seu potencial cliente aprenda de você do que de outro. Assim você estará gerando gratidão e trabalhando o princípio da reciprocidade.
  • Quando você se expõe através de palestras, aulas textos, por exemplo, você está mostrando ao mercado que confia em suas habilidades e está disposto a receber críticas. Isso aumenta a sua autoridade e valor percebido do seu trabalho.
  • A única coisa que seus concorrentes não podem copiar são suas experiências pessoais e a forma de mostrar o seu conteúdo. É exatamente por isso que você deve se expor ao mercado sempre que puder.
  • Não subestime o valor dos contatos indiretos. Incontáveis vezes eu fechei negócios por indicações de terceiro nível, graças aos esforços que fiz para amadurecer o mercado digital no Rio de Janeiro (cidade onde eu moro).

E quando você perde um cliente para um aluno ou lead?

Uma das partes mais importantes do Grupo M2BR, hoje em dia, é a escola de marketing digital, a M2BR Academy, que já tem 2 anos de vida. Desde o princípio, ela nasceu com a missão de levar o melhor conteúdo para o mercado digital. Isso inclui um treinamento profundo e prático sobre estratégias e ferramentas. Também é necessário passar cada detalhe da nossa experiência aplicada em cases reais, ao longo de 10 anos de trabalho.

Aulas do Ricardo Marsili na M2BR Academy - Blog da M2BR

Abaixo vou reproduzir a pergunta de um dos meus sócios no Grupo M2BR:

Então quer dizer que nós vamos ensinar, sem restrição, o que temos de melhor para todo mundo que quiser? Quero só ver quando roubarem nossos clientes!

Sabe qual é a verdade inconveniente disso? Ele estava com a razão! Já tivemos casos em que clientes fizeram o nosso curso e, depois disso, optaram por não continuar mais conosco, internalizando o trabalho. Também já tivemos casos em que profissionais se qualificaram em nossos cursos e, meses depois, ganharam uma concorrência pela conta de algum cliente.

E, por fim, tivemos um caso emblemático. Fizemos um curso in-company para uma outra agência aqui do Rio de Janeiro e, meses depois, eles “roubaram” um de nossos clientes. E ai, o meu sócio tinha razão? Fiz besteira?

Olhe para o todo e veja a vitória da sua estratégia de conteúdo!

Dizer que a nossa estratégia não funcionou seria o mesmo que achar que a Alemanha foi derrotada pelo Brasil, nos 7×1 da Copa de 2014, já que sofreu um gol na partida.

Desculpem trazer uma analogia tão dolorosa, mas ela foi necessária! Sempre vamos ter casos de “derrotas” para o negócio, mas quero convidar vocês a refletirem sobre os seguintes pontos:

  • Se o cliente nos abandonou, a culpa não foi do curso. Ou ele deixou de ver valor em nosso trabalho ou então conseguiu se organizar para ter uma solução com melhor custo benefício.
  • Todos os casos relatados acima sempre aconteceram com o máximo respeito e ética. Acredito que seja reflexo da postura e cuidado que sempre tivemos com todos que passaram pelo nosso caminho profissional até hoje.
  • Para cada cliente perdido, tivemos pelo menos 5 clientes ganhos. Isso sem contar com o estreitamento de laços com nossos clientes atuais, que confiam em nossa escola para realizar o treinamento de seus colaboradores.
  • O ganho de branding, autoridade e reconhecimento são enormes.
  • Capacitar agências e profissionais para que nos substituam em alguns trabalhos é um atestado de que a missão da nossa escola está sendo cumprida.

Obrigado por conquistarem meus clientes! Que o mercado digital todo evolua e amadureça. E que todas as empresas entendam o quanto o marketing de conteúdo pode ser uma excelente escolha, desde que estejam preparadas para entender os riscos e possíveis perdas desta estratégia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *